Banner
MOST RECENT SPANKING BLOGS
Timeline:

Most Recent · Most Viewed · Most Commented
Showing 21 to 40 of 9594 blog articles.


Satia's avatar

Views: 262 · Added: 5 days ago

This question is of particular interest to me right now: What of words?

Currently, I find myself in a situation that offers very little option: being home-bound and unable to physically meet with anyone, but long overdue and dearly lacking a serious push from a Disciplinarian.

There's no question that spanking is a physical thing. For some, it is only physical. For others, it is a part of something more encompassing. I don't believe there is a right or wrong to this, just varying levels of interaction that mean different things to different people.

But what does one do when no spanking can be done -- even when "needed"? When there is no real hope for a spanking any time soon, or any physical encounter, no ability to even self-spank to enact a demand from an authority long-distance... what if one's limitations prevent the meeting of the need?

This is when the mind turns to other parts of the entire encounter.

When I was young - yes, I was once young! - and first started looking for spankings, I had an online friend warn me that if I had no connection with the individual, the spanking would not reach me as deeply as it would with someone I had. I laughed this off at first, but found in later years there was often some truth to it. It logically follows that, at least for me, the best spanking encounters are more than just the physical act of spanking.

So, when the physical act of spanking is for some reason impossible, could the "more" be used anyway?

This led me to the words. Would it be possible to engage in a discipline relationship when nothing but words could be exchanged? Certainly it would be far less than a physical encounter, less fulfilling and less potent due to its restrictions. But is it not better than... nothing?

(Though I do wonder, what could a disciplinarian possibly get out of this type of interaction?)

This is when my mind followed the path to a curiosity, and I thought I'd pose another question to you, my fellow ST members: what are words to you? The right phrase, given just so. The response, the rebuke, the warning, the comfort, the admonishment, the encouragement, the demand... what part do these take in a fulfilling spanking encounter for you?

Do you have a preferred, a "favorite", or perhaps most powerful, set of words to use or hear? The words that shoot like lightening bolts down through your core...

Or do you prefer silence? To let the actions and the feelings overwhelm without the distraction of hearing, without being pulled away from the physical in order to stop and come up with the "right" or expected responses, to know what to say at any given moment.

I know it surely depends, and surely varies by encounter! But still...

So, I ask. What words get to you, if any? What phrases, what pleas, what commands, what questions or terms... what words strike you, reach you, move you during a spanking encounter, or leading up to it? Or do you prefer silence to speak the loudest?

Here, I'll start by throwing out some of the common phrases I've heard most in the latest videos I've watched. Just to get us going. Do any of them strike you? What does?

"Don't make me say it twice."
"You will be sorry!"
"We have only begun."
"Do as you are told."

Or from the other side of the handle:

"I'll be good!"
"You can't make me."
"Please no more!"
"I'm so sorry!"

So. What about you?

Living vicariously through these words,
Satia

P.S. A quick reminder that my schedule limits my time online. I may not respond as quickly as I'd like but I am NOT ignoring you! I certainly appreciate every thought, every word... :)

8 comments · Post Comment

badgirlalways's avatar

Views: 213 · Added: 5 days ago

Morris and his wife Esther went to the state fair every year, and every year Morris would say, 'Esther, I'd really like to ride in that helicopter.'

Esther always replied, 'I know Morris, but that helicopter ride is fifty dollars, and fifty dollars is fifty dollars'

One year Esther and Morris went to the fair, and Morris said, 'Esther, I'm 85 years old. If I don't ride that helicopter, I might never get another chance.'

To this, Esther replied, 'Morris that helicopter ride is fifty dollars, and fifty dollars is fifty dollars.'

The pilot overheard the couple and said, 'Folks I'll make you a deal. I'll take the both of you for a ride. If you can stay quiet for the entire ride and don't say a word I won't charge you a penny! But if you say one word it's fifty dollars.'

Morris and Esther agreed and up they went. The pilot did all kinds of fancy manoeuvres, but not a word was heard. He did his daredevil tricks over and over again, but still not a word.

When they landed, the pilot turned to Morris and said, 'By golly, I did everything I could to get you to yell out, but you didn't. I'm impressed!'

Morris replied, 'Well, to tell you the truth, I almost said something when Esther fell out, but you know, fifty dollars is fifty dollars!'

2 comments · Post Comment

oggangstabryan's avatar

Views: 237 · Added: 5 days ago

Looking to meet up with some people interested in the dd life style email me let's link up and do something today email me spankmyassred22@gmail.com

1 comments · Post Comment

daddys_girl's avatar

Views: 259 · Added: 6 days ago

Hello all!

I am looking to meet new people in the spanking community that live in my area. I have met a couple of people, but I am sure there are more. Is anyone on ST in the Atlanta area? I would love to chat :)

Signed,
DG

3 comments · Post Comment

FireStarter's avatar

Views: 306 · Added: 7 days ago

Softly her body sways to the beat.
This way and that, no avoiding the heat.
Movements restricted by the hand on her back.
Whilst the other hand continues a relentless attack.
Cheeks dance and flatten under palm.
She makes a futile attempt to remain calm.
Her bottom perched atop the back of the chair.
Feet kicking up higher and higher into the air.
Panties pulled down, she fights the urge to run.
Her tummy flip flops as she hears his belt being undone.
Leather cracks followed by a band of pink heat.
Arching her back, she awaits another fiery treat.

4 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 193 · Added: 7 days ago

Logo que comecei a ir na escola as minhas irmãs começaram a trabalhar.
Com meus pais e minhas irmãs trabalhando fora o dia todo minha mãe precisou contratar alguém para cuidar de mim.
A mulher que minha mãe contratou para ser minha babá era uma amiga dela que devia ter uns 50 anos de idade mais ou menos naquela época.
Bem, ela não era uma mulher muito bonita mas eu sentia vontade de apanhar dela assim mesmo, ela estava sempre de chinelos e eu sempre imaginava ela me dando boas chineladas.
Os chinelo que ela usava eram muito bonitos, tinham a sola de borracha preta bem grossa e as tiras eram vermelhas e feitas com um material que parecia pano ou nylon.
Eu fazia coisas erradas o tempo todo esperando que ela perdesse a paciência e me desse logo uma boa surra com aquele chinelo.
Mas ela tinha muita paciência, nunca me bateu, o máximo que ela fazia quando eu extrapolava era dizer que ia contar para os meus pais que me comportei mau.
Sempre que ela dizia isso eu imediatamente parava com as travessuras e começava a me comportar bem pois eu tinha medo de apanhar dos meus pais.
Mas praticamente todos os dias ela tinha que dizer isso pois eu vivia aprontando, apesar dela nunca ter me batido eu acho que vontade não faltou.
Ela tinha uma filha que devia ter uns 20 anos na época, ela era uma moça muito bonita e estava sempre usando chinelos parecidos com os que a mãe dela usava só que os que ela usava tinhas as tiras amarelas.
Esta filha dela trabalhava o dia todo e as vezes ela passava em casa depois do trabalho para conversar com a mãe dela.
Eu sentia muita vontade de apanhar da filha dela também mas como eu ficava muito tímido quando eu a via o meu comportamento mudava radicalmente na presença dela, eu passava a me comportar muito bem e ficava com vergonha até de falar.
Todas as noites depois que elas iam embora eu ficava deitado na cama naquela minha posição de costume imaginando ela ou a filha dela batendo pra valer na minha bunda nua.
Se minha babá nunca me bateu na vida real pelo menos isso aconteceu em um sonho e eu adorei.
Foi assim, ela me levou no banheiro para me dar banho e então eu comecei a jogar água nela com a mangueira, então ela se irritou e tirou o chinelo do pé e começou a me bater.
Foi bem real aquele sonho, dava para sentir aquele chinelo estalar gostoso, fazendo a minha bunda nua chacoalhar como se fosse uma gelatina.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 165 · Added: 7 days ago

Bem, como eu já tinha dito antes, eu comecei a gostar de apanhar quando eu tinha 5 ou 6 anos de idade mas nunca apanhei de quem eu queria e nem do jeito que eu queria.
Mas pelo menos nos sonhos isso aconteceu algumas vezes.
Uma vez sonhei que apanhei de uma amiga da minha irmã.
Foi assim, eu estava totalmente nu no meu quarto e esta amiga dela estava parada bem na porta do quarto usando chinelos Havaianas Tradicionais azuis.
Fiquei olhando para os pés dela e então ela me olhou com uma cara bem séria e perguntou: "Quer apanhar?"
Eu queria dizer "sim" mas disse "não" pois estava com vergonha.
Então ela disse: "É bom apanhar!!"
Aí ela tirou o chinelo do pé, veio até minha direção, me colocou deitado na cama com o traseiro para cima e começou a bater pra valer na minha bunda nua.
Foi bem real aquele sonho, dava para sentir as chineladas estalando gostoso na bunda, foi uma pena eu ter acordado antes dela acabar de me bater, acordei com meu pênis ereto.
Teve outra vez que sonhei que apanhei da minha irmã do meio.
Eu não gostava de apanhar dela mas até que aquele sonho não foi tão ruim.
Foi assim, ela estava usando Havaianas Tradicionais pretas, eu não me lembro o motivo mas ela me pegou pela mão e disse: "Vou esquentar a sua bunda!!"
Então ela me levou para o quarto, se sentou na cama, me colocou deitado no colo dela, abaixou as minhas calças e tirou o chinelo do pé.
Aí eu comecei a levar muitas chineladas.
Mais uma vez eu acordei antes de acabar de apanhar e como sempre com o pênis ereto.
E teve uma outra vez que sonhei que apanhei da mãe de uma amiga minha.
Foi assim, estavamos brincando na sala da casa dela e não sei por que razão eu estava totalmente nu pois ela estava usando um vestido.
Só sei que nesta brincadeira ela pegou um pincel e começou a rabiscar a parede toda com tinta e de repente chega a mãe dela na sala e vê a arte que ela fez na parede.
O legal deste sonho é que a mãe dela já chegou na sala com uma cinta super grossa na mão e dizendo para ela: "Muito bem! Agora você vai apanhar!!"
Mas para se livrar da surra ela disse para a mãe: "Não fui eu mãe, foi ele!"
Ela tinha dito isso apontando para mim e a mãe dela acabou acreditando.
Nunca pensei que iria levar tanta cintada na bunda em um sonho.
Até que foi gostoso, apesar de não ser justo apanhar sem merecer.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 161 · Added: 7 days ago

As vizinhas também mexiam muito com a minha imaginação.
Tinha uma mulher muito bonita que parecia ser evangélica, era magra, loira, tinha os cabelos bem longos, olhos azuis, estava sempre com os cabelos presos ou trançados, nunca usava soltos, só usava saia bem comprida e estava sempre de chinelos Havaianas Tradicionais azuis ou pretas.
Eu sempre ficava imagindo ela tirando aquele chinelo do pé e me dando umas bos chineladas.
Tinha uma outra mulher que também era loira mas era gordinha e estava sempre de chinelos Havaianas Tradicionais também e apesar de ser muito bonita aparentava ser uma mulher muito brava e isso mexia muito com a minha imaginação.
Era só eu vê-la que eu já começava a imaginar ela sentada em uma cadeira, segurando aquele chinelo na mão, fazendo aquela cara de brava e me chamando para me deitar no colo dela.
Ela poderia me dizer: "Tire as calças e venha deitar no meu colo já!!".
Eu a obedeceria imediatamente, tiraria as calças e me deitaria no colo dela só para poder sentir aquelas Havaianas estalando gostoso na minha bunda nua.
Não me esqueço também de uma garota que parecia ter uns 20 anos naquela época também que era muito linda, tinha a pele bem branca e cabelos negros curtos e lisos, era bem magrinha, tinhas os pés lindos e estava sempre de chinelos Havaianas Top pretas.
Se eu visse a cena de alguém apanhando na TV, mesmo que fosse em desenho animado, eu já ficava me imaginando dentro da cena.
Aliás, existiam várias mulheres que eu via na TV que eu ficava fantasiando isso com elas também, mulheres que eu via em filmes, novelas, comerciais ou programas de TV.
Era muito comum ver cenas de surras em desenho animado.
Me lembro que tinha um desenho animado que passava na TV antigamente que se chamava Honey-Honey e tinha um episódio em que a personagem principal é atacada de várias formas por um pivete bem indiabrado e que no final ela acaba dando umas boas palmadas no traseiro dele.
Não foi uma surra bem dada pois ela não abaixou as calças dele para bater e não usou nenhum objeto, bateu só com as mãos mas foi a cena de surra que mais gostei de ver pois foi uma mulher que deu a surra.
No final eles ficam amigos mas ela continua chamando ele de capetinha.
Eu ficava me imaginado no lugar dele, mas apanhando de um jeito muito melhor.
Foi só depois que fiquei adulto que percebi o por que não poderia aparecer no desenho a cena que eu gostaria de ter visto naquela época.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 148 · Added: 7 days ago

Além de desejar apanhar das amigas das minhas irmãs, das amigas da minha mãe e da minha professora eu também vivia fantasiando levar surras das mães dos meus amigos que estudavam na mesma escola que eu.
Apesar de nunca ter desejado apanhar da minha própria mãe eu era louco para apanhar das mães dos outros.
Tinha um amigo meu que tinha uma mãe muito bonita, era loira e um pouco mais alta que as outras mulheres.
Ela estava sempre usando chinelos Samoa (Parece que não se fabrica mais chinelos desta marca), estes chinelos eram muito bonitos, tinham as solas três vezes mais grossas que as das Havaianas e as tiras eram feitas com um material que parecia ser pano e também eram três vezes mais grossas que as tiras das Havaianas que eram de borracha.
A sola tinha três cores, branco em cima, cinza claro no meio e cinza escuro em baixo formando três listras e as tiras tinham as mesma três cores formando as mesmas três listras.
Eu sempre imaginava que seria muito gostoso apanhar com aqueles chinelos e por isso eu sempre me imaginava deitado em minha cama com minha bunda nua para cima e ela batendo pra valer, dando chineladas rápidas e fortes por vários minutos seguidos.
Até que um dia a minha irmã mais velha comprou um par de chinelos Samoa para ela usar também, mas os dela não eram da mesma cor que os que a mãe do meu amigo usava, o da minha irmã era branco em cima, amarelo no meio e vermelho em baixo formando as três listras e as tiras também eram branca, amarela e vermelha formando três listras.
Bem, logo na primeira oportunidade que tive eu peguei aquele chinelo e dei umas boas chineladas em mim mesmo para ver como seria.
Foi aí que eu tive uma decepção, apesar da sola ser mais grossa que das Havaianas eles eram super leves e por isso as chineladas quase não doiam e por isso voltei a usar as Havaianas para bater em mim mesmo quando estava a fim.
Tinha um outro amigo meu que tinha uma mãe que era bem gordinha mas muito bonita e estava sempre usando chinelos de couro.
Eu ficava imagindo ela me pegando pelo braço e me levando até algum lugar que tivesse um sofá para ela se sentar e então ela me deitava no colo, abaixava minhas calças, tirava aquele lindo chinelo do pé e dava umas 200 chineladas bem dadas.
Era sempre assim, se a mulher fosse magra eu me imaginava apanhando dela deitado em minha cama mas se ela fosse gordinha eu me imaginava apanhando deitado no colo dela.
É por causa do conforto.
Me lembro de quando chinelos Rider viraram moda.
Teve uma menina que ia na mesma escola que eu tinha apanhado da mãe dela com chinelo Rider e ela ficou com marcas roxas nas pernas.
Fiquei excitado quando fiquei sabendo mas eu não queria marcas roxas nas minhas pernas, eu queria marcas roxas na minha bunda.
A mãe dela era bem gordinha e quando eu a vi usando no pé os mesmos chinelos que ela usou para bater eu não consegui parar de me imaginar deitado no colo dela apanhando pra valer na bunda com aquele chinelo.
Sempre quando alguém chegava na escola contando que tinha apanhado da mãe, ou da irmã mais velha eu ficava prestando bem a atenção na história toda pois dependendo de como fosse eu já começava a me imaginar dentro da cena.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 142 · Added: 7 days ago

Quando comecei a ir na escola eu passei a desejar apanhar da minha professora também.
Minha profesora da primeira série era uma moça muito bonita, ela tinha a pele bem branca, olhos verdes bem grandes, cabelos negros, longos e lisos e tinha mãos e pés lindos.
Se ela me pegasse de chinelo eu ia adorar!
Ela estava sempre usando sandálias mas eu sempre imaginava ela usando chinelos.
Eu sempre imaginava ela me pegando pela orelha e me levando para uma salinha onde tinha um sofá, então ela me mandava tirar as calças e me deitar no sofá com a bunda para cima, depois ela tirava o chinelo do pé e então ela dava uma chinelada bem dada, dois segundos depois ela dava a segunda chinelada, um segundo depois ela dava a terceira chinelada e depois disso ela começava a bater cada vez mais rápido e com toda a força deixando meu bumbum super vermelho.
Esta foi a minha maior fantasia durante a primeira série.
Uma vez eu sonhei que ela estava usando chinelos Havaianas Tradicionais pretas, eu nunca achei aqueles chinelos bonitos mas para apanhar eles eram os melhores que existiam naquela época.
Fiquei louco para que ela me pegasse e me batesse pra valer com aquele chinelo mas não aconteceu nem no sonho.
A minha professora da segunda série não era bonita e também não era nada sexy, nunca desejei apanhar dela mas a minha professora da terceira série sim era muito linda, era morena e tinha cabelos castanhos escuros ondulados.
Uma vez ela chegou na classe e reparei que ela estava usando uma cinta de couro marrom bem grossa, parecia ter uns 8 cm de largura.
Logo que reparei naquela cinta eu já comecei a me imaginar deitado em minha cama e ela batendo pra valer com aquela cinta na minha bunda nua.
Minhas professoras da quarta, quinta, sexta, sétima e oitava séries eram todas lindas e gostaria muito que todas elas tivessem me dado boas surras de chinelo e de cinta.
O mais legal foi no colegial pois tinham muito mais matérias e para cada uma delas tinha uma professora diferente e todas elas eram lindas.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 129 · Added: 7 days ago

Minhas irmãs sempre me batiam com chinelo, nunca usaram cinta ou algo que pudesse doer mais que o chinelo e eu não tenho nenhum trauma das chineladas que levei delas pois eu fazia muitas coisas erradas e quem ficava mais tempo comigo eram elas pois meus pais trabalhavam o dia todo.
Me lembro que teve uma vez que minha irmã do meio estava enceirando o chão do quarto dela e eu estava na sala brincando com uma amiga minha e minha irmã não queria que entrássemos no quarto pois iria atrapalhar o serviço dela.
Mas não sei por que razão nós fomos parar bem no meio do quarto.
Minha irmã estava usando chinelos Havaianas Tradicionais amarelas, as mais feias que existem na minha opinião, ela simplesmente tirou aquele chinelo do pé deu uma chinelada só na minha bunda e disse: "Eu já disse para não entrar no quarto!"
Eu estava usando uma bermuda que era feita com um tecido que não era muito grosso e por isso deu para sentir a chinelada esquentar bem a bunda.
Minha amiga e eu voltamos para a sala mas não sei de quem foi a idéia de voltar para o quarto, só me lembro que nesta segunda vez que estivemos no quarto eu não levei uma chinelada só.
Devo ter levado umas 50 chineladas na bunda.
Aquelas Havaianas amarelas da minha irmã apesar de serem feias eram muito boas para bater pois meu bumbum ficou fervendo.
Comecei a chorar e a minha amiga acabou indo embora.
Apesar de eu ter chorado me lembro que no mesmo dia eu estava fantasiando levar a mesma surra novamente mas não da minha irmã e sim de uma amiga dela.
Me lembro de outra vez que apanhei da minha irmã mais velha.
Eu estava bravo com ela pois ela tinha brigado com a minha mãe e com todo o caçula eu era um filho super puxa-saco dos pais e então minha mãe foi para o lado de fora da casa e minha irmã ficou na sala.
Então eu peguei minha espada de brinquedo que era feita de plástico e dei uma lambada só na bunda dela com aquela espada.
Ela estava usando Havaianas Tradicionais azuis, não eram tão feias quanto as amarelas que a minha irmã do meio usava mas mesmo assim eu as achava feias, mas independente de serem feias ou bonitas elas eram ótimas para bater e por isso minha irmã tirou ela do pé e saiu correndo atrás de mim.
Saí correndo mas ela conseguiu me pegar, levei muitas chineladas na bunda e na perna também.
Odeio que bata na minha perna, além de doer muito mais que na bunda acaba não me fazendo sentir prazer algum.
Dava para ver perfeitamente as muitas repetições do desenho da sola do chinelo em minhas pernas, não sei se minha bunda ficou tão bem marcada quanto as pernas mas me lembro que ficou bem quente.
Me lembro que na mesma noite eu estava deitado em minha cama imaginando levar uma surra parecida de uma amiga dela.
Eu odiava apanhar das minhas irmãs mas mesmo assim as surras que eu levava delas serviam de estimulante para eu querer apanhar das amigas delas.
Era sempre assim, apanhava, chorava, parava de chorar e fantasiava.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 113 · Added: 7 days ago

Bem, embora elas fossem bem mais velhas que as amigas das minhas irmãs, algumas amigas da minha mãe também me faziam ficar fantasiando muitas coisas.
Eu era louco para que elas me pegassem de chinelo ou de cinta.
Tinha uma amiga dela que era bem mais alta que ela, era magra, tinha cabelos não muito longos e loiros, tinha olhos verdes, as mãos e os pés dela eram muito lindos e ela estava sempre usando um par de chinelos pretos bem bonitos e de sola bem grossa que aparentavam ser bem duras.
Eu ficava fantasiando o tempo todo ela segurando aquele chinelo na mão e me dizendo: "Tire as calças já!"
Então eu tirava as minhas calças e em seguida ela dizia: "Tire a cueca também!!"
Depois de eu ter tirado a cueca ela vinha até mim e então ela começava a bater pra valer na minha bunda nua, comigo em pé e eu ficava adimirando os belos pés dela enquanto levava aquelas deliciosas chineladas.
Mas como eu não estava apanhando na posição que eu queria eu fazia uma certa manha, me sentava no chão, então ela se abaixava e olhava bem no fundo dos meus olhos e com o chinelo ainda na mão ela dizia: "Levanta para apanhar mais!"
Mas eu não obedecia a esta ordem então ela me pegava e me colocava deitado no colo dela e dizia: "Deste jeito você não tem como escapar!"
Então ela continuava dando chineladas até minha bunda ficar inteirinha vermelha e inchada.
Eu fantasiava isso o tempo todo.
Eu sempre estava reparando nos chinelos e nas cintas que elas usavam, meu objeto favorito para apanhar sempre foi o chinelo mas adoro levar cintadas também e quanto mais grossas eram as cintas que eu via elas usando maior era a vontade de apanhar delas.
Uma vez eu vi uma amiga dela usando uma cinta de couro super grossa, parecia ter uns 12 cm de largura e eu não conseguia parar de pensar em como seria estar apanhando dela com aquela cinta.
Não agüentei e fui para o meu quarto e me deitei na cama com a bunda virada para cima e comecei a imaginar ela batendo pra valer com aquela cinta na minha bunda nua.
Ela poderia me dar umas 200 ou 300 cintadas, ela poderia me deixar com a bunda roxa.
Eu adoraria.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 98 · Added: 7 days ago

Como eu já tinha dito na primeira postagem, minha fantasia na época em que comecei a gostar de apanhar era apanhar das amigas das minhas irmãs.
Não vou dizer o nome delas mas vou descrever como eram algumas delas pois eram muito lindas.
Tinha uma que tinha a pele super branca e era uma pouco gordinha, tinha olhos castanhos escuros, cabelos negros, lisos e não muto longos, tinha mãos e pés muito bonitos e sempre estava com as unhas pintadas de vermelho ou cor de rosa, estava sempre de camiseta e shorts bem curtos e usava chinelos Havaianas Tradicionais pretos.
Eu adoraria que ela me pegasse e me desse umas boas chineladas na bunda com aquelas Havaianas.
Tinha uma outra amiga delas que também era branca de cabelos negros lisos mas esta era bem magrinha e se vestia de uma forma um pouco menos provocante.
Ela estava sempre de calça comprida, camiseta e geralmente usava sandálias mas as vezes ela aparecia em casa usando chinelos também.
Tinha uma outra que era morena e tinha os cabelos negros ondulados muito bonitos.
Uma vez ela estava em casa e brincando comigo ela puxou a cinta que ela estava usando e disse: "Olha aqui pra você! Você tem que apanhar de cinta!!"
Ela não imagina o quanto eu gostaria que ela me batesse de verdade com aquela cinta.
Mas a melhor delas sem dúvida foi aquela que me fez sentir vontade de apanhar pela primeira vez.
Ela era branca, o rosto dela era muito lindo, tinha os cabelos negros, longos e lisos, olhos castanhos claro, era bem magrinha, tinha mãos e pés lindos.
Quando eu senti vontade de apanhar dela pela primeira vez ela estava usando chinelos pretos que pareciam ser da marca Samoa mas não tenho certeza se era desta marca mesmo, só me lembro que eram muito bonitos.
Mas elas tinham amigas loiras também, inclusive uma que era lindíssima, tinha olhos verdes, cabelos ondulados e estava sempre usando chinelos Rider cor de rosa.
Aqueles chinelos Rider que ela usava tinham a sola bem grossa e parecia ser dura o suficiente para deixar o bumbum todo roxo e inchado.
Seria maravilhoso se ela me pegasse pra valer.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 92 · Added: 7 days ago

Sempre que a minha irmã me deixava tomando banho sozinho eu me aproveitava da situação para bater em mim mesmo.
Eu sempre batia em mim mesmo imaginando que estava levando uma surra de alguma amiga dela.
O problema é que sempre que ela voltava ao banheiro para me enxugar ela reparava na minha bunda avermelhada e isto me fazia ficar muito constrangido apesar de ela só ter falado uma única vez que minha bunda estava vermelha.
Foi na primeira vez que fiz isso que ela disse, depois eu não me lembro de ela ter falado novamente.
As vezes eu me aproveitava de algum descuido dela para bater em mim mesmo no meu quarto, geralmente eu usava meu próprio chinelo para isso mas eu gostava mais de usar o dela pois era bem maior.
Bem, os pés das minhas irmãs não são grandes, minha irmã mais velha calça 38 e a minha irmã do meio calça 36 mas para mim na época em que eu tinha apenas 5 ou 6 anos de idade eles eram bem grandes.
Uma vez a minha irmã mais velha me flagrou batendo em mim mesmo.
Ela apenas disse: "Ui, que gostoso! Não prefere que eu bata?"
Eu fiquei com muita vergonha e também fiquei com medo que ela me batesse mesmo pois ela sempre me batia quando eu fazia algo de errado.
Eu sempre estava apanhando das minhas irmãs mas isto não me fazia sentir prazer algum.
Minha fantasia era apanhar das amigas delas.
No começo eu só usava chinelos para bater em mim mesmo.
Eu tinha muito medo de apanhar de cinta pois eu imaginava que poderia causar ferimentos e sangramentos.
Isso deve ser por causa de eu estar sempre ouvindo o barulho das cintadas que alguns moleques que moravam perto de casa levavam dos pais, eu imaginava que eles estavam sangrando e isto me deixava muito assustado.
Bem, se a pessoa que for bater não souber bater pode até machucar de verdade mesmo mas se ela souber bater tudo o que acontece é a cinta deixar vergões e se ela bater apenas na bunda o resultado é delicioso.
Quando eu descobri isso eu não perdi tempo, na primeira oportunidade que tive eu fui até o quarto da minha irmã e peguei a cinta mais grossa que ela tinha, devia ter uns 5 cm de largura mais ou menos, fui para o meu quarto, me deitei na cama, abaixei as calças e comecei a dar muitas cintadas em minha própria bunda.
Acabei descobrindo uma delicia que até então eu não conhecia, a cinta deixa a bunda muito mais quente e vermelha que o chinelo.
Depois deste teste com a cinta eu passei a experimentar outros objetos que acabei gostando muito também como mangueira de borracha, escova de cabelo, escova de banho, etc...
Objetos que sempre tivemos em casa mas eu não imaginava que pudessem me fazer tão feliz.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

otkkeith's avatar

Views: 73 · Added: 7 days ago

So i am back around things messed up bit here I think I have ruined my relashionship just looking to get back into the swing of things

0 comments · Post Comment

KissuhaNAB's avatar

Views: 62 · Added: 7 days ago

Desde quando eu era uma criança eu já gostava disso.
Adoro quando uma mulher me bate.
Não creio que isto seja conseqüencia da forma em que fui criado pois meus pais nunca me bateram e isto foi muito bom pois eu nunca desejei apanhar da minha mãe e muito menos do meu pai.
Na verdade eu tinha medo de apanhar deles.
As vezes eu apanhava das minhas irmãs mas isto não me fazia sentir prazer algum.
O que eu desejava mesmo era apanhar das amigas delas.
Todas as amigas das minhas irmãs eram garotas muito bonitas.
Minhas irmãs eram adolescentes na época em que eu era criança, minha irmã do meio era 9 anos mais velha que eu e a minha irmã mais velha era 11 anos mais velha que eu e todas as amigas delas tinham a mesma faixa de idade que elas.
Minha primeira experiência foi quando eu tinha 5 ou 6 anos de idade, não me lembro muito bem, mas me lembro que vi uma das amigas das minhas irmãs usando um chinelo preto e quando eu reparei nos belos pés dela e naquele chinelo o meu pênis ficou ereto e senti um forte desejo de apanhar dela.
Foi então que eu fui imediatamente para o meu quarto, me deitei na cama com a bunda virada para cima, coloquei um cobertor dobrado debaixo de mim para deixar a bunda mais para o alto ainda e comecei a imaginar ela batendo na minha bunda nua com aquele chinelo.
Com aquela idade eu não sabia que isto se chamava masturbação.
Bem, eu comecei a me masturbar sem saber o que era isto, mas isto foi muito bom.
Me lembro que nesta mesma época teve uma vez que a minha irmã do meio me deixou tomar banho sozinho e eu me aproveitei da ocasião para bater em mim mesmo com meu chinelo.
Eu bati em mim mesmo imaginando estar levando uma surra daquela amiga dela.
Quando ela voltou ao banheiro para me enxugar ela disse: "Nossa! Como a sua bunda tá vermelha!!"
Eu me senti um pouco constragindo com aquilo, eu não disse nada para ela mas foram muitas as vezes que ela me viu com a bunda vermelha depois do banho.
Até hoje o meu objeto favorito para apanhar é o chinelo, só de ver uma mulher usando chinelos eu já começo a imaginar ela me dando muitas chineladas.
Adoro ver uma mulher fazendo cara de brava e segurando um chinelo na mão.
E a minha posição favorita para apanhar ainda é deitado na cama com uma almofada ou um cobertor dobrado debaixo de mim para deixar a bunda bem para o alto e sempre com a bunda nua.
Apanhar usando calças não tem graça nenhuma.
Gosto de apanhar deitado no colo também pois nesta posição é possível ver os pés da garota que está batendo e isto é muito excitante, principalmente se ela estiver usando uma tornozeleira em um dos pés e as unhas estiverem pintadas com alguma cor escura como vermelho, marrom ou preto.
Gosto de apanhar de cinta também mas só se for com cinta de couro bem grossa, de no mínimo 5 cm de largura.
Tenho muitas fantasias ligadas a isto.

Kissuha Nabbundha

0 comments · Post Comment

m2mcpsub's avatar

Views: 122 · Added: 7 days ago

Why has it taken so long to be even marginally active on spankingtube?

Although different friends directed me to this site, I found it difficult to find the type of material I was interested in viewing; namely male to male corporal punishment of a serious nature. Originally I sought out videos by M2MCP that had been reported on XTube and removed there.
I have been a member on XTube longer than I have been here and have posted numerous photo albums there and numerous more videos there on a wide range of subjects that reflect my diverse interests, namely in order of greatest interest:
LEATHER, wearing leather, its feel against my naked body and smell which is an aphrodisiac for me
CORPORAL PUNISHMENT, with a variety of instruments of leather, rubber wood, lexan, rattan, polyurethane; with a definite preference to the heavy thicker prison straps of both leather and rubber
through the encouragement of others I've branched out into other cp disciplines: flagellation (like most of my activities self-inflicted due to the lack of any one locally), whipping the chest, hand strapping (school punishment in Canada until the 1970s), bastinado
CBT; an acquired interest, namely balls-stretching and balls-busting (slapping, strapping, etc.)
FOOTWEAR
CUMMING (from the movie Grease, flogging the log)
Over the time I have become increasingly disenchanted with XTube; their inane, not clearly stated (it'd take a lawyer to read and understand) and inconsistently applied Terms of Service (TOS) and in addition an increasing number of words that are banned (nowhere can such a list be found so when XTube replaces a word with asterisks it often makes the meaning unintelligible).
The only advantage is it caters to a wide variety of interests (fetishes).
I'm unlikely to be able to move my videos from XTube, many wouldn't fit here, so if you'd like to view them, you'd need to go there; no membership required; just type my handle in the search engine and you should get there. If you're having difficulties and are interested contact me.
I see the purpose of this blog as SPANKING; A JOURNEY, and in subsequent posts wish to share that story with you.

0 comments · Post Comment

badgirlalways's avatar

Views: 298 · Added: 8 days ago

fuck everythin!!!!

4 comments · Post Comment

tossiah07's avatar

Views: 176 · Added: 8 days ago

I am now in a wheelchair because of my back and I will be in the wheelchair until I can loose 160 pounds. that is really hard to do when you are in continual pain. My faith in God is not waivering at all. I know that in growth some pain must happen. I am praying for a way to loose weight and get the help I need to move upward and onward.The practice of training people to obey rules or a code of behavior, using punishment to correct disobedience is discipline. I wish I have someone who could help me to become more discipline in my life. I want to be able to eat less, exercise and do on a regular basic but I have the discipline or the motivation to do so on my own. This is my cry for HELP!!!!! My health is going down hill because I can't control how much I eat or what I eat. I can't exercise because I am in so much pain. I am starting to get depressed and desperate at the same time.

2 comments · Post Comment

Red_Angel's avatar

Views: 250 · Added: 8 days ago

Mike and I split up- I didn't see that coming. I was wrong on my part because I showed him how "needy" I can be. When we were dating, I showed him the independent strong side. He fall in love with the part where I was determine to wake up by 5am, ready to hit the gym by 6 am for 2 hours. Corporate work from 9am to 5pm. Had a great social circle and social life during the weekend.

I know I can be "needy"- I relied a lot on his opinions because I do not have that strong personality after all. In front of my clients, my colleagues, my acquaintances I will show the strongest person. They can rely on me, I will action and deliver results. The other side of me is the one who don't know how to make decisions, require advice 24/7 etc.

I wish I was 100% honest regarding my needs to be spanked. Maybe he would understand instead of brushing off the idea of spanking as domestic violence. I tried to place myself over his knee but he push me away. You see, spanking does wonders to me. If I do not behave and if I do not perform well with my diet, I am held accountable and punished through spanking. My ex-boyfriend use to spank me or cane me even though we started off as vanilla. But my ex was more willing to change and provide what I required.

While Mike and I split up on mutual grounds, I can't say that I do not miss him. After the split up, I started munching on junk food rather than healthy carrot/celery sticks. I started consuming more calories and stop going to gym altogether.

Needless to say, I gain weight- not sure how much. I am not going to jump on a weight machine now. I block off my closest friends away, I was grumpy at work creating a uncomfortable workplace.

But I have decided-enough is enough. I am going to pick the shattered pieces up and be a full picture of my old self. I will work on my objective to lose weight, to lead a healthy lifestyle. I will let the past be bygones.I will be a healthy weight Mabel!

5 comments · Post Comment


 Banner

Cane-iac Banner
Spanker Machine
Find Spanking Partners
Find Spanking Partners
FAVORITE LINKS
English Spanking Movies
Marked Butts
Meet Hot Spanking Singles!
Wellspanked
Find Horny Spankers Near You
Realspankings Banner
MEGA SITES
VIP Spanking
Clare Fonda Pass
Real Spankings Pass
FemDom VIP
Sarah Gregory Pass
Clare Fonda 3 Site Special
Spank Pass
FemDom VIP
Twisted Factory
Fetish Network
GREAT SPANKINGS
Realspankings
Firm Hand Spanking
Girl Spanks Girl
Dreams of Spanking
English Spankers
Disciplinary Arts
Marked Butts
Spanked Callgirls
Spanking Online
Lupus Spanking
Strictly English Online
Dana Kane Spanks
Spanking Sorority Girls
Calstar Spanking
Strict Spanking
Spanker Server
VIP Spanking
Mood Pictures
Whipped Women
Sound Punishment
Her First Punishment
Bars and Stripes
Fetish Flixx
Girls Boarding School
HD Spank
My Spanking Roommate
Punished Brats
Girls Spanked Hard
Shadowlane
Elite Spanking
Perfect Spanking
Dallas Spanks Hard
Cutie Spankee
Whipped Ass
Spanked Cutie
Spank Amber
Punished Angels
Spank Camp
Strict Spanking
Spanked at Home
Real Life Spankings
Hand Spankings
Outlaw Spanking Videos
Punished Girls
Sit Spanking
Spanking Mags
Kara Prepare Yourself
The Bare Bottom
Bun Beating Fun
Bad Tushy
Northern Spanking
Spanked Sweeties
Spanked Cheeks
Brit Spank
Pain Gate
Spank My Bottom
Spanking Library
Momma Spankings
Sarah Gregory Spanking
Discipline In Russia
AAA Spanking
1st Choice Spanking
Broadband Spanking
Cavern Spanking
Classic Spanking
Redstripe Spanking
Strict English CP
Spanking College
Spanking TV
Spanked In Uniform
Dreams of Spanking
INSTITUTIONAL
Girls Boarding School
Real Spankings Institute
Caned Schoolgirl
Spanked Schoolgirl
Spanking Sorority Girls
Strictly English Online
INDIVIDUAL MODELS
Dreams of Spanking
Spanking Bailey
Spanking Sarah
Spank Christina
Spanking Teen Brandi
Spanking Teen Jessica
FEMDOM
Boys Boarding School
Clare Spanks Men
FemDom VIP
Women Spanking Men
Divine Bitches
Captive Male
Strict Women
Fetish Train
Sarah Spanks Men
Dana Kane Spanks
VIDEOS ONLY
Fetish Flixx
Lupus Spanking
Disciplinary Arts
HD Spank
Discipline In Russia
Red Stripe Films
Spanking Vids
Spanking Digital
HiDef Spanking
Calstar Spanking
Sit Spanking
Punishment Films
SEX AND SPANKING
Bi Spankings
Fucked and Bound
Dominated Girls
Chanta's Bitches
The Training of O
AMATEUR SPANKINGS
Spanked Coeds
Marked Butts
SPANKING AND BONDAGE
Whipped Women
Her First Punishment
Pain Gate
BONDAGE
HogTied
Sex and Submission
The Training of O
Whipped Ass
Chanta's Bitches
Fucked and Bound
Public Disgrace
My First Bondage
House of Taboo
Mandy is Kinky
Dominated Girls
Amateur Bondage Videos
Bondage Auditions
Fetish Club
Pain Vixens
Pure Smothering
Rick Savage
Tokyo Slaves
Rope Porn
Pain Toy
Society SM
Strict Restraint
BDSM Personals
DEVICE BONDAGE
Wired Pussy
Fucking Machines
Device Bondage

WEBMASTER LINKS
Clare Fonda
Fetish Wealth
Spank Buxx
Tushy Cash
Kinky Dollars
Spanking Money
Strict Cash
Bun Beating Dollars
Firm Hand Spanking
Girls Spanked Hard
Pain Cash
Punished Brats
Sarah Gregory Spanking
Spank Cash
Spanking Bare Butts
Bondage Bank
Alt.com